Músicas

sábado, 15 de julho de 2017

Comemoração ao Senhor da Cura




Oração a Obaluayê

Divino Pai da Geração, eu Vos peço que abençoe a minha vida, os meus sete corpos, os meus sete campos vibratórios e os meus sete sentidos;

Que a Vossa Bênção paralise toda e qualquer negatividade que pretenda fazer adoecer a minha vida e o meu caminhar;

Que a Vossa Proteção mantenha viva e saudável a morada da minha alma e do meu coração, para que nenhum pensamento, sentimento, palavra ou ação negativa tenha força na minha existência.

Divino Pai Omolu, eu Vos peço que me purifique e me ampare, que ampare a minha família, o meu lar e o meu trabalho material e espiritual, e que ampare os meus amigos, para que a Luz Divina esteja sempre viva em nós e em torno de nós.

Sagrado Pai Omolu, peço também a Vossa Bênção para os meus adversários encarnados e desencarnados, para que neles seja paralisado qualquer sentimento negativo em relação a mim, à minha família ou aos meus amigos. E que, assim, possam eles igualmente manter acesa a Luz Divina Sustentadora da Vida, evoluindo sempre.

Amado Pai Omolu, eu Vos peço que semeie dentro de mim as Sementes da Vida Verdadeira, para que eu me comporte como filho de DEUS e compreenda a Presença Divina em mim e nos meus semelhantes.

Sagrado Orixá Omolu, eu reverencio o Vosso Poder, a Vossa Força e a Vossa Atuação na minha vida e na vida de todos os seres.

Obrigada, meu Pai!

Que o Vosso Nome seja sempre lembrado com reverência e amor, por todos os filhos da Terra. Que assim seja, e assim será!

Atotô meu pai!!! Atotô Obaluayê!!!

terça-feira, 27 de junho de 2017

O Rei Xangô

Junho é mês de Xangô, o Rei dos raios e trovões, orixá forte e predominante que trabalha no campo da Justiça, este que no sincretismo religioso é conhecido como São João e sua comemoração é feita no dia 24 de Junho.

Trata- se de um orixá intenso, que quando pisa em uma casa de santo causa um enorme tremor no chão, no coração e na alma de todos os presentes, é possível sentir a sua força emanando pelo espaço, ele nos traz conforto e a esperança de que as incertezas e as injustiças da vida serão sanadas. Ele comumente dança com os punhos fechados e unidos, formando um machado duplo, que representa a junção de dois lados conectados e equilibrados.

Ele preza pelo equilíbrio e pela justiça, não há mentira, falsidade, tirania ou desonestidade que fiquem impunes para Xangô, ele gosta do que é justo e distingue o bem e o mal. É também regido pelo elemento fogo, suas vestes habitualmente são marrom, brancas ou vermelhas.

Quando um mal da justiça lhe abater, é a Xangô que deve clamar ajuda, ele está sempre envolvido com as questões de decisões, prepare uma bela oferenda a ele e peça misericórdia e ajuda. No Blog Cozinha de Orixá você pode encontrar o passo a passo da oferenda mais conhecida para Xangô, o Amalá


Oração a Xangô

Deus do fogo e do trovão, Senhor do raio e da justiça divina, olhe para mim Pai, com seus olhos justos e benditos,

Não permita que meus inimigos me façam mal nem no corpo, nem na alma, e que nenhuma injustiça me abale,

Salve Deus do Machado Sagrado, pelo seu Oxé eu peço (fazer o pedido),

Faça-me forte como as rochas que governa,

Puro de alma e coração deposita em suas mãos a minha confiança e sendo assim sei que com sua magnanimidade intercederás por mim,

Proteja-me, Senhor do fogo e da vida para que meu ser seja a própria vida de seu amor e de sua justiça.

Que assim seja!




Kaô Kabecilê!!!